terça-feira, junho 05, 2007

Ai que tens cá um feitiozinho religioso!

Ontem, sentei-te à "quexida" na tua cadeira pequenina. Ias jantar com o Rodrigo, frente a frente. Aborrece-te comer sopa, mas é só em casa, porque no colégio pelo que me contam não estrebuchas.

Mais um dia, bateste o pé e com um ar de quero posso e mando, disseste-me NÃO QUÉ. Expliquei-te calmamente que tinhas de comer. E mais uma vez começaste a fugir, correr, ir para baixo da mesa. Depois de algum tempo de paciência sentei-te no sofá e dei-te uma oportunidade para comeres a sopa a bem. E o que é que tu fizeste? hum? Cuspiste e cuspiste-me. Disse-te que se não comesses a sopa, ias para a cama sem comer mais nada e o que é que tu fizeste? Sujaste o resto da roupa.

Tirei-te do sofá e despi-te ali mesmo. Foste para a cama de seguida. Sem comer. Choraste muitas lágrimas e eu chorei mais ainda para dentro. Tinha o coração aos pulos, porque me custa sempre tomar estas atitudes. Mas sei que tem de ser, sei que não és o que quero, és o que és. E por te amar mais do que tudo nesta vida, tenho de te mostrar que tens limites e eu tenho as minhas limitações.

6 comentários:

Lúcia disse...

É que andam mesmo com um feitiozinho " religioso ". Vai de encontro ao meu ultimo post.
Bjnhs é preciso realmente elas saberem que tem limites mas que nós também os temos.

Susana disse...

Tu és um espectáculo! A sério.

Cláudia disse...

Ai ai...
Ela tem mesmo um feitiozinho lixado.

Apesar de te ter custado muito, acredito que tomaste a atitude correcta.

bjs

Carla disse...

Opá! Mas será um virus???

Aqui á umas noites, tivemos uma "pega" semelhante! Tb acabou ela a chorar baba e ranho e eu com o coração do tamanho de uma ervilha!

Mas faz parte, não e?

Beijinhos doces,
Carla e Beatriz (20m)

Carina disse...

nem imaginas como te admiro por conseguires impor essas regras. POr muito que te custe, tem de ser...

Admiro-te imenso pela mae que és e pela tia...

beijos
Sonho Azul

Sara disse...

As birras..., uf!